Home » Antibacterianos » Bula de Ceftriaxona Injetável

Bula de Ceftriaxona Injetável

Ceftriaxona Sódica é um antibiótico injetável. As indicações de Ceftriaxona incluem gonorreia, Doença de Lyme e meningite, dente outras. Seus efeitos colaterais mais comuns são diarreia, fezes amolecidas e erupções cutâneas.

O preço do envelope com 1 g de Ceftriaxona + 1 frasco ampola com 10 ml de diluente custa em torno de R$ 15.

Para que serve Ceftriaxona?

O uso de Ceftriaxona Sódica é indicado para tratar infecções causadas por bactérias sensíveis à sua ação em adultos, crianças, bebês e recém-nascidos, como:

  • Meningite;
  • Infecções urinárias e nos rins;
  • Pneumonia, infecções que afetam ouvido e garganta e outras infecções do trato respiratório;
  • Gonorreia e outras infecções genitais;
  • Infecções nos ossos e articulações, nos tecidos moles, pele e feridas;
  • Infecções intra-abdominais (nos órgãos do sistema digestivo e no peritônio, camada que reveste toda a cavidade abdominal);
  • Sepse (infecção generalizada);
  • Infecções em pacientes imunocomprometidos (em pacientes que tem AIDS, por exemplo);
  • Prevenção de infecções durante cirurgias;
  • Estágios iniciais e tardios da Borreliose de Lyme disseminada (Doença de Lyme).

Em quanto tempo a Ceftriaxona faz efeito?

O tempo de efeito do tratamento com Ceftriaxona dependerá do tipo de infecção tratada. De modo geral, a Ceftriaxona faz efeito em até 7 dias no combate às infecções bacterianas.

Como Usar/Posologia

As dosagens gerais de Ceftriaxona Sódica são:

  • Adultos e crianças acima de 12 anos: 1 a 2 g de ceftriaxona sódica em dose única diária. A dose poderá ser aumentada para até 4 g em infecções por bactérias mais resistentes ao medicamento;
  • Recém-nascidos até 14 dias de vida: 20 a 50 mg/kg em dose única diária. A dose de 50 mg/kg não deve ser ultrapassada;
  • Recém-nascidos, bebês e crianças (15 dias até 12 anos de idade): 20 a 80 mg/kg em dose única diária;
  • Em crianças com 50 kg ou mais deve-se administrar a mesma dose que a indicada para adultos.

A dose para idosos é a mesma indicada para adultos e só será alterada na presença de insuficiência renal e hepática graves.

A duração do tratamento com Ceftriaxona Sódica deve ser mantido em até 2 a 3 dias após o desaparecimento dos sintomas ou confirmação da eliminação da bactéria do organismo.

Dosagens para Casos Específicos:

  • Meningite em lactentes e crianças: dose única diária inicial de 100 mg/kg. A dose deverá ser reduzida assim que a bactéria for identificada. A duração do tratamento costuma ser de 4 dias para Neisseria meningitides, 6 dias para Haemophilus influenzae e 7 dias para Streptococcus pneumoniae;
  • Gonorreia: dose única de 250 mg injetada por via intramuscular;
  • Prevenção de infecções durante cirurgias: dose única de 1 a 2 g aplicadas 30 a 90 minutos antes da cirurgia;
  • Borreliose de Lyme (Doença de Lyme): dose única inicial de 50 mg/kg até a dose máxima diária de 2 g em crianças e adultos, durante 14 dias;
  • Nos casos de insuficiência renal pré-terminal (depuração de creatinina < 10 ml/min), a dose total diária não deve ultrapassar 2 g.

 Modo de Usar:

A Ceftriaxona Sódica deve ser administrada por via intravenosa (na veia). Deve-se diluir 1 envelope do medicamento (1 g) em 10 ml de água para injeção e injetar a solução diretamente na veia durante 2 a 4 minutos.

Em caso de infusão contínua, o medicamento deve ser administrado durante 30 minutos, no mínimo, assim como as doses intravenosas de 50 mg/kg ou mais, quando aplicadas em bebês de 15 dias a crianças de 12 anos de idade.

Em recém-nascidos com 14 dias de vida ou menos, a dose total diária deve ser aplicada em um período de 60 minutos.

Na infusão intravenosa, deve-se dissolver 2 g de Ceftriaxona Sódica em 40 ml de uma solução que não contenha cálcio, como: cloreto de sódio 0,9%, cloreto de sódio 0,45% + dextrose 2,5%, dextrose 5%, dextrose 10%, dextram 6% em dextrose 5%, infusão de amino-hidroxi-etil 6 – 10%, água estéril para injeção.

Contraindicações

O uso de Ceftriaxona Sódica é contraindicado nos seguintes casos:

  • Pacientes alérgicos aos componentes da fórmula do medicamento ou a qualquer outro antibiótico da classe das cefalosporinas, penicilina e outros agentes betalactâmicos;
  • Pacientes alérgicos à lidocaína, que é utilizada como solvente quando a ceftriaxona sódica é aplicada por via intramuscular. Injeções de ceftriaxona via intramuscular não devem ser, de maneira alguma, aplicadas diretamente na veia;
  • Recém-nascidos prematuros com até 41 semanas, contando com a idade corrigida da gestação mais os dias de vida e recém-nascidos com hiperbilirrubinemia;
  • Recém-nascidos com 28 dias ou menos de nascidos, caso o tratamento exija a administração de soluções IV que contêm cálcio.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais comuns de Ceftriaxona Sódica incluem distúrbios nas células do sangue, diarreia com fezes amolecidas, aumento das enzimas hepáticas e erupções cutâneas.

Efeitos colaterais incomuns incluem infecções fúngicas nos órgãos genitais, anemia, distúrbios na coagulação do sangue, dor de cabeça, tontura, enjoos, vômito, coceira, granulocitopenia (redução de glóbulos brancos no sangue), flebite (inflamação das veias), dor no local da injeção, febre e aumento da creatinina sérica.

As reações raras à Ceftriaxona Sódica que podem surgir são colite pseudomembranosa (inflamação do cólon), broncoespasmo (contração dos brônquios que causa dificuldade de respirar), urticária, presença de glicose e sangue na urina, inchaço e calafrios.

Efeitos Colaterais pós-comercialização:

  • Pancreatite (inflamação do pâncreas), estomatite (inflamações na mucosa bucal) e glossite (inflamação da língua);
  • Reações graves na pele e surgimento de síndromes raras, como eritema multiforme e síndrome de Stevens Johnson ou síndrome de Lyell/necrólise epidérmica tóxica;
  • Convulsões;
  • Superinfecção;
  • Formação de pedras na vesícula biliar, icterícia, kernicterus (quando a icterícia causa danos cerebrais em recém-nascidos), diminuição da produção de urina e reações alérgicas (raros).

A Ceftriaxona Sódica, quando administrada com soluções contendo cálcio, pode ser fatal em recém-nascidos.

Gravidez e Lactação

A Ceftriaxona Sódica só deve ser utilizada na gravidez sob prescrição médica e deve ser administrada com cautela no primeiro trimestre da gestação.

A administração de Ceftriaxona em mulheres que estão amamentando também deve ser feita com cautela, já que uma pequena quantidade do medicamento é excretado no leite materno.

Composição

  • Cada frasco-ampola de Ceftriaxona Sódica 1 g contém: 1,193 g de ceftriaxona sódica (equivalente a 1 g de ceftriaxona);
  • Cada ampola de diluente contém 10 ml de água para injeção.

Laboratório: Aurobindo Pharma Indústria Farmacêutica Ltda.


 

Quais são os Nomes Comerciais de Ceftriaxona?

Os nomes comerciais de Ceftriaxona incluem Rocefin, Ceftriax, Celltriaxon, Keftron, Triaxton e Triaxin.

Atualizado em: 04/05/2018 na categoria: Antibacterianos, Antibióticos