Bula de Clomid – Infertilidade

Clomid é um remédio hormonal que serve para ajudar no processo de fertilização, otimizando o processo de ovulação e aumentando as chances de gravidez em uma mulher. O preço de uma caixa de Clomid com 10 comprimidos custa em torno de R$ 50.

Para que Serve?

Clomid é indicado para:

  • Aumentar as chances de gravidez;
  • Tratar a infertilidade feminina.

Clomid Funciona Mesmo?

Ao iniciar o tratamento com Clomid, a ovulação geralmente ocorre de 6 a 12 dias após um ciclo de utilização.

Se tomado nas doses corretas, há grandes chances do tratamento com Clomid surtir os efeitos desejados.

Clomid Ajuda a Engravidar de Gêmeos?

Não há garantias de que a gestação gerada por Clomid venha a ser de gêmeos.

No entanto, existe sim a possibilidade da paciente engravidar de gêmeos, pois há um príncipio ativo na fórmula de Clomid que faz com que dois óvulos sejam liberados de uma vez, visando aumentar as chances de gravidez.

Clomid para Homens:

Embora seja pouco conhecido, Clomid também pode ser utilizado por homens que tenham problemas de fertilidade.

O medicamento para homens ajuda a aumentar não só a quantidade de espermatozoides, como a quantidade de liquido para ser ejaculado.

Estudos recentes mostraram que um homem saudável teria aumento em 50% de quantidade seminal ao iniciar o tratamento com Clomid.

Como Tomar?

Clomid é uma solução em comprimido para se tomar via oral (engolir).

O primeiro ciclo de tratamento de Clomid consiste em tomar um comprimido de 50mg por dia, durante cinco dias, durante o processo de menstruação.

No caso de pacientes que não menstruam, não é preciso respeitar nenhuma data do ciclo menstrual. Sendo assim, o tratamento com Clomid pode ser iniciado a qualquer momento.

Contraindicações:

Clomid é contra indicado para pacientes que possuam alergia a algum dos componentes da fórmula, além de também não ser recomendado para pessoas com histórico de problemas no fígado.

Efeitos colaterais:

Os efeitos colaterais de Clomid incluem:

  • Aumento de frequência urinária;
  • Aumento de peso;
  • Aumento dos ovários;
  • Dor de cabeça
  • Alergia na pele;
  • Insônia.

Gravidez e lactação:

Clomid não deve ser tomado por mulheres que estejam grávidas ou amamentando.

Composição:

Cada comprimido de Clomid contém 50 mg de citrato de clomifeno e seus excipientes:

  • Amido, corante amarelo tartrazina, estearato de magnésio, lactose monoidratada e sacarose.

Laboratório:

Medley.