Etna – Para Que Serve, Preço, Efeitos Colaterais

O medicamento Etna trata lesões nos nervos periféricos causados entorses, fraturas, cortes, cirurgias e doenças crônicas como a LER. O preço de Etna varia de R$ 31 a R$ 109. 50 cápsulas custam a partir de R$ 75.

Etna é encontrado em cápsulas ou solução injetável para uso adulto e infantil.

Indicações

O uso de Etna é indicado para tratar lesões e compressões (esmagamento) nos nervos causadas por:

  • Fraturas e síndromes vertebrais;
  • Entorses e cortes;
  • Doenças crônicas como LER (Lesão por Esforço Repetitivo) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho);
  • Cirurgia nos nervos ou em estruturas próximas.

Como usar/tomar – Posologia

Cápsulas de Etna:

  • Adultos: 2 cápsulas de Etna por via oral, três vezes ao dia (a cada 8 horas);
  • Crianças: 2 cápsulas ao dia (a cada 12 horas).

O paciente deve engolir as cápsulas inteiras. A dose máxima por dia de Etna é de 6 cápsulas. O tratamento deve durar de 30 a 60 dias.

Etna Injetável:

  • Adultos: 1 ampola por via intramuscular 1 vez ao dia por 3 dias;
  • Crianças: ½ ampola por via intramuscular 1 vez ao dia ou 1 ampola a cada dois ou três dias.

A dose máxima por dia de Etna Injetável é de uma ampola.

Contraindicações

O uso de Etna é contraindicado nos seguintes casos:

  • Em pacientes alérgicos aos componentes da fórmula do medicamento;
  • Após uma fase aguda de AVC isquêmico (derrame transitório);
  • Na presença de distúrbios proliferativos em que as células realizam suas atividades mais rapidamente, como na psoríase;
  • Em caso de doenças genéticas específicas do metabolismo dos nucleotídeos pirimidínicos.

Efeitos colaterais de Etna

As cápsulas de Etna podem causar comumente enjoos, prisão de ventre, vômitos e dor de cabeça, além de reações alérgicas.

As reações comuns da solução injetável de Etna incluem: enjoos, dor e vermelhidão no local da aplicação, insônia, falta de apetite, vômitos, dor de cabeça, azia e dor no estômago.

Suas reações incomuns são inchaço abdominal, agitação, ansiedade, dor nos seios, prisão de ventre, tosse, diarreia, gases, hemorroidas, cãibras musculares e reações alérgicas como coceira, rinite, erupções na pele, arritmias, sensações estranhas na pele e convulsões.

Também podem surgir diminuição da força de contração do coração, pressão baixa, metemoglobinemia (pode causar anemia), entorpecimento dos sentidos e distúrbios na visão.

Gravidez e lactação

Etna não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que estão em período de amamentação sem a orientação do médico ou do cirurgião-dentista.

Composição

Cada cápsula de Etna contém:

  • 2,5 mg de fosfato dissódico de citidina (equivalente a 1,656 mg de citidina), 1,5 mg de trifosfato trissódico de uridina (equivalente a 0,665 mg de uridina), 1 mg de acetato de hidroxocobalamina (equivalente a 0,976 mg de cianocobalamina) e excipientes – ácido cítrico, citrato de sódio, dióxido de silício, estearato de magnésio e manitol.

Cada frasco-ampola de pó liófilo de Etna contém:

  • 5 mg de fosfato dissódico de citidina (equivalente a 3,311 mg de citidina), 3 mg de trifosfato trissódico de uridina (equivalente a 1,332 mg de uridina), 2 mg de acetato de hidroxocobalamina (equivalente a 1,952 mg de cianocobalamina) e excipiente – manitol.
  • Cada ampola do diluente contém: 20 mg de cloridrato de lidocaína e excipientes – cloreto de sódio e água para injetáveis.

Laboratório: Gross S/A.


Etna engorda?

A bula de Etna não apresenta qualquer efeito colateral indicando que o uso do remédio pode engordar.

O remédio Etna serve para dor na coluna?

Etna serve para tratar a dor na coluna se ela estiver sendo causada por lesões nos nervos.

Qual é o genérico de Etna?

Etna não possui genérico.