Home » Anticoncepcionais » Pílula do Dia Seguinte: Como Funciona? Como Tomar?

Pílula do Dia Seguinte: Como Funciona? Como Tomar?

A pílula do dia seguinte serve para impedir a gravidez antes que ela aconteça logo após o ato sexual sem proteção. Ela age impedindo a ovulação e descamando o útero e pode ser tomada dentro de 72 horas após o ato sexual. O preço de uma pílula do dia seguinte pode variar de R$ 2 a R$ 30, a depender da marca.

Como funciona a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte funciona impedindo a ovulação, pois é composta por altas doses de progesterona, no caso das pílulas de dose única, ou por progesterona e estrogênio, no caso das pílulas que vêm com 2 comprimidos. Esses hormônios femininos impedem a liberação do óvulo pelo ovário. Sendo assim, a fecundação (encontro do óvulo com o espermatozoide) é impedida e então a gravidez não pode acontecer.

Se o óvulo já tiver sido liberado a pílula do dia seguinte fará com que o útero descame a sua camada interna, fazendo com que não seja possível que um óvulo se implante em seu interior.

Como tomar a pílula do dia seguinte?

O primeiro comprimido da pílula do dia seguinte deve ser tomado o mais cedo possível após o ato sexual sem proteção, se possível, dentro das primeiras 12 horas, mas poderá ser ingerida dentro das 72 horas (de 3 dias) após a relação sexual.

Se a pílula não for de dose única, o segundo comprimido da cartela deve ser tomado 12 horas após o primeiro.

A pílula do dia seguinte é considerada uma contracepção de emergência, ou seja, não deve ser tomada sempre, justamente por conter altas doses de hormônios que podem fazer mal à saúde da mulher.

Qual é a eficácia da pílula do dia seguinte?

Se for tomada poucas horas após o ato sexual desprotegido (1 a 12 horas), a eficácia da pílula do dia seguinte é de aproximadamente 95%, mas esse índice vai caindo de acordo com o passar do tempo, podendo chegar a até 75% de eficácia se tomada próxima das 72 horas após a relação sexual.

A pílula do dia seguinte pode falhar?

Sim, assim como qualquer outro método contraceptivo a pílula do dia seguinte também pode falhar, principalmente se não for tomada dentro das primeiras 12 a 24 horas após o ato sexual sem proteção.

Pode tomar pílula do dia seguinte tomando anticoncepcional?

Apesar de não ser proibido, não é recomendado tomar pílula do dia seguinte tomando anticoncepcional, pois a carga hormonal no organismo aumentará drasticamente, o que pode causar efeitos colaterais nocivos. Se a mulher esqueceu um ou mais comprimidos do anticoncepcional o recomendado é utilizar a camisinha.

Nomes de pílulas do dia seguinte

Existem dois tipos de pílulas do dia seguinte:

  • As de dose única compostas apenas por progesterona sintética, cujos nomes mais vendidos são Neodia, Pozato Uni e Postinor Uno;
  • As que vêm com 2 comprimidos para serem tomados com intervalo de 12 horas entre um e outro. Essas são compostas por progesterona e estrogênio sintéticos. Os nomes mais conhecidos são Diad, Pilem, Norlevo e Levonorgestrel.

Todas funcionam da mesma maneira para evitar a gravidez.

Quais são os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte? Faz mal?

Os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte que podem surgir em até 2 horas após a sua ingestão são enjoos, vômitos (nesse caso, o efeito da pílula pode ser anulado) dor de cabeça, sensibilidade nos seios e sangramento vaginal. Outros sintomas da pílula do dia seguinte incluem:

  • Cansaço em excesso;
  • Sangramentos de escape e menstruação desregulada (atrasada ou adiantada);
  • Dor no abdômen e diarreia;
  • Ganho de peso.

A pílula do dia seguinte pode fazer mal se utilizada indiscriminadamente, pois a sua dosagem de hormônio é alta e pode prejudicar o organismo.

Pílula do dia seguinte atrasa a menstruação?

Sim, a pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação porque altera o balanço hormonal feminino, alterando também as datas do ciclo menstrual. O atraso menstrual que pode acontecer após a tomada da pílula do dia seguinte é de, geralmente, uma semana.

Após a sua ingestão, o organismo terá que se restabelecer devido à grande carga hormonal recebida e a menstruação poderá ficar desregulada por 2 a 3 meses.

Pílula do dia seguinte engorda?

Sim, a pílula do dia seguinte pode engordar, pois os hormônios contidos nela também participam do processo de retenção e acúmulo de gordura no organismo. Esse efeito pode surgir mais facilmente se a pílula do dia seguinte é tomada indiscriminadamente.

Pílula do dia seguinte aborta?

Depende do ponto de vista. A pílula do dia seguinte aborta se um óvulo fecundado pelo espermatozoide já é considerado uma vida, pois o seu efeito pode impedir que esse óvulo se implante no útero para a gravidez começar, já que ocorre a descamação de sua camada interna.

Por outro lado, a pílula do dia seguinte não aborta se o começo da vida for considerado apenas a partir do momento em que o óvulo fecundado se implanta no útero, já que ela não é capaz de fazer com que o óvulo já implantado seja eliminado.

Tomei a pílula do dia seguinte e não menstruei. E agora?

A menstruação pode atrasar após tomar a pílula do dia seguinte e isso é normal, pois a alta dosagem hormonal de sua fórmula interfere no balanço hormonal do organismo e altera o ciclo menstrual.

A menstruação atrasa, geralmente, em torno de uma semana, mas pode atrasar ainda mais se a pílula do dia seguinte for tomada próximo à data da próxima menstruação.

Recomenda-se fazer um teste de gravidez se houver 4 semanas de atraso menstrual. Mulheres que tomam anticoncepcional e que estão com a menstruação atrasada após tomarem a pílula do dia seguinte podem continuar tomando o contraceptivo como de costume, pois é bem provável que a menstruação retome seu próximo ciclo normalmente.

Leia também:

Tomei a pílula do dia seguinte e menstruei. É normal?

Isso pode acontecer, pois a pílula do dia seguinte pode adiantar a menstruação como parte de seu mecanismo de ação para impedir a gravidez.

A pílula do dia seguinte funciona no período fértil?

Sim, a pílula do dia seguinte funciona no período fértil, embora alguns especialistas afirmem que a sua eficácia nesse período é reduzida, já que há mais chances do óvulo já ter sido liberado e da fecundação ocorrer com mais facilidade.

Qual é a melhor pílula do dia seguinte para lactantes?

Quem amamenta pode tomar pílula do dia seguinte, mas apenas as de dose única formuladas com progesterona sintética, como Neodia, Pozato Uni e Postinor Uno.

Como saber se a pílula do dia seguinte fez efeito?

Não é possível saber se a pílula do dia seguinte fez efeito. Recomenda-se esperar a próxima menstruação e fazer um teste de gravidez caso ela atrase por 4 semanas.

O que corta o efeito da pílula do dia seguinte?

Alguns remédios podem cortar o efeito ou diminuir a eficácia da pílula do dia seguinte no organismo, como:

  • Rifampicina e antibióticos em geral;
  • Remédios anticonvulsivantes (para epilepsia), como fenobarbital e topiramato;
  • Alguns remédios naturais, como erva-de-são-joão, saw palmeto e cimicífuga.

Quanto tempo dura o efeito da pílula do dia seguinte?

O efeito da pílula do dia seguinte dura por até 5 dias, mas tudo indica que ela não protege a mulher contra gravidez se ela mantiver, novamente, uma relação sexual desprotegida dentro desse período após tomar a pílula.

Atualizado em: 11/05/2018 na categoria: Anticoncepcionais, Dúvidas sobre Remédios