Plasil – Remédio para Enjoo

Plasil é um medicamento cuja substância ativa (metoclopramida) atua no alívio de enjoos e vômitos. Pode ser usado por adultos e crianças.

Indicações

Plasil deve ser tomado nos casos de:

  • Distúrbios no sistema digestivo, como dificuldade de digestão;
  • Enjoos e  vômitos causados por doenças do metabolismo e infecciosas, cirurgias recentes;
  • Para preparar o paciente para exames de radiologia no sistema gastrintestinal.

Como Tomar/Dosagem

Plasil deve ser tomado 10 minutos antes das refeições, por via oral.

  • Posologia para Plasil Solução Oral: adultos: tomar 2 colheres de chá, 3 vezes ao dia;
  • Posologia para Plasil Gotas: adultos: 53 gotas, 3 vezes ao dia;
  • Posologia para Plasil Comprimidos: adultos: 1 comprimido a cada 8 horas;

Não tome outra dose de Plasil antes que passem pelo menos 6 horas da dose anterior. O tratamento não pode ultrapassar 3 meses.

Contraindicações

Plasil é contraindicado nos casos de:

  • Alergia aos componentes da fórmula do medicamento;
  • Crianças menores de 1 ano;
  • Sangramento no sistema digestivo, perfuração ou obstrução mecânica;
  • Pessoas com epilepsia que fazem tratamento com remédios que possam causar reações extrapiramidais (aperto no peito, ansiedade, angústia, agitação…);
  • Pessoas com feocromocitoma (tumor raro nas glândulas);
  • Pessoas que podem desenvolver discinesia tardia (movimentos repetitivos involuntários) ao tomarem medicamentos neurolépticos ou metoclopramida;
  • Ingestão ao mesmo tempo de levodopa.

Efeitos Colaterais/Reações Adversas Mais Comuns

Podem surgir as seguintes reações adversas com o uso de Plasil acima da dose recomendada:

  • Tonturas;
  • Hipotensão (pressão baixa);
  • Diarreia;
  • Baixo nível de consciência;
  • Alucinações;
  • Confusão;
  • Convulsões;
  • Depressão;
  • Reações alérgicas, incluindo anafilaxia;
  • Discinesia (movimentos repetitivos involuntários);
  • Distonia aguda (distúrbios do movimento);
  • Síndrome de Parkinson;
  • Acatisia (incapacidade de se sentar ou permanecer sentado);
  • Síndrome neuroléptica maligna;
  • Meta-hemoglobinemia (excesso de hemoglobina do sangue);
  • Sulfoemoglobinemia (excesso de sulfaemoglobina no sangue);
  • Amenorreia (ausência de menstruação);
  • Galactorreia (produção excessiva de leite pelas mamas, mesmo em homens);
  • Ginecomastia (crescimento anormal das mamas nos homens);
  • Astenia (fraqueza generalizada);
  • Bradicardia (batimentos cardíacos fracos);
  • Bloqueio cardíaco e parada cardíaca.

Gravidez e Lactação

Alguns estudos feitos demonstram que Plasil não provoca efeitos tóxicos ao bebê em formação. O medicamento pode ser utilizado durante a gravidez, se necessário, sob supervisão médica.

A metoclopramida passa para o leite materno e o aconselhável é não amamentar enquanto estiver fazendo uso do medicamento.

Composição

Plasil Solução Oral

  • Cada ml de Plasil contém: cloridrato de metoclopramida monoidratada equivalente a cloridrato de metoclopramida anidro e excipientes – hietelose, sacarina, ácido sórbico, metilparabeno, propilparabeno, aroma de caramelo, essência de caramelo, propilenoglicol, álcool etílico, aroma de tangerina solúvel, hidróxido de sódio e água purificada.

Plasil Gotas

  • Cada ml (21 gotas) contém: 4,20 mg de cloridrato de metoclopramida monoidratado equivalente a 4 mg de cloridrato de metoclopramida anidro e excipientes – ácido sórbico, metabissulfito de sódio, metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica di-hidratada, hidróxido de sódio e água purificada.

Plasil Comprimidos

  • Cada comprimido de Plasil contém: 10,53 mg de cloridrato de metoclopramida mono-hidratado equivalente a 10 mg de cloridrato de metoclopramida anidro e excipientes – estearato de magnésio, amido de milho seco e lactose anidra.

Preço


Os preços de Plasil variam de R$ 5 a R$ 50.