Tabelinha ou Anticoncepcional para não Engravidar?

A tabelinha é realmente segura? Pode ser usada para substituir o anticoncepcional e prevenir a gravidez? Como a tabelinha se baseia em seu ciclo menstrual para definir os dias em que são mais arriscados engravidar, e o ciclo nem sempre é regulado, há mais chances do método errar e você engravidar!

Como calcular a tabelinha para não engravidar?


Um ciclo menstrual comum tem 28 dias. O primeiro dia de seu ciclo é o dia em que você menstrua. 14 dias depois do primeiro dia da menstruação é o dia da sua ovulação, ou seja, o dia em que um óvulo é liberado por um dos ovários.

São nos três dias antes e nos três dias depois do dia da ovulação que você não pode manter relações sexuais, segundo o método da tabelinha. Esse período fértil é caracterizado também por um muco elástico e transparente, conhecido por muco “clara de ovo”.

Por exemplo: se o primeiro dia de sua menstruação foi no dia 5, você deve contar 14 dias a partir do dia 5 para definir o dia da sua ovulação que será, nesse caso, dia 18. Então, você não poderá manter relações sexuais 3 dias antes e 3 dias depois do dia 18, ou seja, do dia 15 ao 21.

Mas você deve estar se perguntando: por que não posso manter relações sexuais nos três dias antes e nos três dias depois da ovulação?

Bom, isso acontece porque, apesar do óvulo sobreviver apenas 24 horas depois que é liberado, os espermatozoides conseguem sobreviver por até 72 horas (3 dias) dentro do corpo humano. Então se você fizer sexo sem proteção, mesmo 3 dias antes da ovulação, os espermatozoides podem sobreviver até esse dia chegar, encontrar o óvulo e fecundá-lo.

Os três dias depois da ovulação sem relações sexuais também são considerados como uma margem de segurança, já que o óvulo sobrevive por 24 horas e, além do mais, pode ser liberado mais tarde do que deveria, com algum atraso.

Como saber se meu ciclo menstrual é regulado?

É só marcar a data do início da menstruação por pelo menos 3 meses em um calendário e, depois, verificar se os dias de duração de seu ciclo são sempre os mesmos e se a menstruação sempre vem no dia certo. É importante ressaltar que a tabelinha costuma ser mais “eficiente” em mulheres com ciclos menstruais de 28 dias.

Se sua menstruação vir em dias diferentes, se o seu ciclo é menor ou maior do que deveria, então fazer uso da tabelinha para não engravidar não é seguro!

Afinal, usar a tabelinha para não engravidar é seguro?


Não, não é segura! Como ela se baseia no funcionamento perfeito do ciclo menstrual, e por mais que o seu ciclo seja certinho, pode sim haver alterações em algum período, os cálculos dos dias férteis não são garantidos, já que há variantes no ciclo menstrual de toda mulher, pois ele nem sempre é regrado, ou possui 28 dias.

Pode acontecer também do óvulo ser liberado mais cedo ou mais tarde do que deveria devido a variações hormonais, por exemplo. O risco, nesse caso, é muito grande!

A tabelinha baseia-se na liberação do óvulo pelo útero, que acontece, normalmente, no 14° dia do ciclo, e então a mulher não deve manter relações sexuais sem camisinha nos três dias antes e três dias depois dessa data. Mas o problema é que a data da ovulação pode variar constantemente e seus cálculos podem sair errados por causa disso!

Há também outra questão: a tabelinha, assim como os anticoncepcionais hormonais, não evita a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis. Só as camisinhas masculina ou feminina são capazes de protegerem, ao mesmo tempo, contra a gravidez e DST’s.

Ao invés disso, existem outros métodos muito mais seguros, que protegem quase que 100% contra a gravidez, como os anticoncepcionais orais, anticoncepcionais injetáveis, camisinha masculina e feminina, DIU, Mirena e laqueadura de trompas. A vasectomia pode ser feita nos homens, e pode ser definitiva ou temporária, um ótima ideia para aqueles que ainda querem ter filhos.

Mas há uma observação importante: o uso da tabelinha pode ser usado por quem quer engravidar. Já que a mulher fica ciente do período em que é mais provável acontecer a fecundação (encontro do espermatozoide com o óvulo).

Existem outros métodos que não são seguros para prevenir a gravidez?

Sim. O coito interrompido por exemplo, que consiste em tirar o pênis da vagina antes de ejacular, não funciona totalmente, já que durante todo o ato sexual o homem já pode liberar espermatozoides através do líquido que sai pela uretra para tirar a sua acidez, que eliminaria os espermatozoides.

A pílula do dia seguinte é outro método que, apesar de ser considerada eficiente quando tomada nas primeiras 24 horas após o ato sexual sem proteção, vai perdendo a sua eficácia a cada vez que é tomada.

Além disso, ela é 90% eficaz quando tomada nas primeiras 24 horas após o ato sexual sem proteção, ou seja, já deixa uma grande margem de risco quando comparada aos anticoncepcionais orais.

Para completar, a pílula do dia seguinte possui 10 vezes mais hormônios que uma cartela inteira de anticoncepcional oral! Não vale a pena correr o risco de fazer sexo sem camisinha e ainda prejudicar a saúde com a bomba de hormônios!