Home » Antibacterianos » Tinidazol – Bula do Comprimido

Tinidazol – Bula do Comprimido

Tinidazol é antibiótico e antiparasitário e serve para tratar tricomoníase e vulvovaginites, giardíase e amebíase. O preço de Tinidazol varia de R$ 5 a R$ 10. O remédio também pode ser encontrado em forma de pomada, como Tinidazol+Tioconazol e Tinidazol+Nitrato de Miconazol.

Para que serve Tinidazol?

Tinidazol em comprimido serve para tratar e prevenir infecções ginecológicas e verminoses como:

  • Tricomoníase (feminina e masculina) – DST que tem como sintoma principal um corrimento amarelo-esverdeado com mau cheiro;
  • Vulvovaginite inespecífica (infecção ou inflamação da vagina);
  • Giardíase (giárdia);
  • Amebíase (ameba no intestino ou outras partes).

Tinidazol é indicado para uso adulto, por via oral. Também é utilizado no tratamento e prevenção de infecções provocadas por bactérias anaeróbicas (que sobrevivem sem oxigênio).

Tinidazol serve para candidíase?

Tinidazol não serve para candidíase. Os remédios indicados são os que possuem ação antifúngica, pois a candidíase é causada pelo fungo Candida albicans. Geralmente são prescritos Fluconazol, Clotrimazol, Nistatina e Cetoconazol.

Tinidazol precisa de receita?

Sim, Tinidazol é um remédio antibiótico e por isso precisa de receita para ser comprado.

Leia também:

Como tomar Tinidazol

Os comprimidos de tinidazol podem ser tomados durante ou logo depois das refeições. As doses geralmente recomendadas de Tinidazol em comprimido são:

Tricomoníase, vaginite inespecífica e giardíase:

  • 4 comprimidos (2 g) em dose única, por via oral. No caso da tricomoníase e vaginite, o parceiro sexual deve fazer o mesmo tratamento.

Amebíase intestinal:

  • 4 comprimidos (2 g) tomados em dose única durante dois dias seguidos.

Fora do intestino:

  • 4 comprimidos tomados em dose única durante 3 dias seguidos.

Tratamento de infecções anaeróbias:

  • O tratamento deve durar 7 dias ou mais, dependendo da gravidade da infecção. A dose inicial é de 4 comprimidos tomados em dose única no primeiro dia. Nos dias seguintes, tomar 1 g diariamente (2 comprimidos) em dose única ou a cada 12 horas.

Prevenção de infecções anaeróbias após cirurgias

  • O paciente deve tomar 4 comprimidos em dose única 12 horas antes de fazer a cirurgia.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais de Tinidazol costumam ser leves e duram pouco tempo. O paciente poderá sentir:

  • Dor de cabeça e tontura;
  • Enjoos e vômitos;
  • Boca seca e gosto metálico ou amargo na boca.

Atenção!

Não consuma bebidas alcoólicas durante e até 3 dias após o tratamento com tinidazol, pois isso pode contribuir para o surgimento de cólicas abdominais, dores de cabeça, enjoos, vômitos e vermelhidão na pele.

Evite usar tinidazol com remédios anticoagulantes, pois os efeitos colaterais podem piorar.

Contraindicações

O uso de Tinidazol é contraindicado nos seguintes casos:

  • Alergia ao tinidazol;
  • Doença neurológicas;
  • Histórico ou presença de distúrbios do sangue e do sistema linfático.

Gravidez e lactação

Mulheres nos 3 primeiros meses de gestação e que estão amamentando não devem utilizar Tinidazol.

Composição

Cada comprimido revestido de tinidazol contém:

  • Tinidazol (substância ativa – 500 mg) e excipientes: celulose microcristalina, amido, estearato de magnésio, povidona, dióxido de titânio, macrogol, hipromelose e polissorbato 80.

Tinidazol é o mesmo que metronidazol?

O metronidazol também é um antiparasitário e antibacteriano com estrutura semelhante ao tinidazol. Os dois remédios possuem as mesmas indicações: podem ser utilizados no tratamento da giardíase, amebíase e tricomoníase, prevenção e tratamento de infecções bacterianas anaeróbias.


Confira também:

Atualizado em: 12/06/2018 na categoria: Antibacterianos, Antiparasitários