Remédios para Tricomoníase: Cura Definitiva

A tricomoníase deve ser tratada com antibióticos e antiparasitários, como Tinidazol, Metronidazol e Secnidazol.

O tratamento da tricomoníase, que causa coceira vaginal, corrimento amarelo ou verde com odor forte e dificuldade para urinar em mulheres, deve ser feito tanto pelo paciente infectado quanto pelo seu parceiro sexual, já que ela é uma doença sexualmente transmissível causada por um parasita.

Além disso, diminuir o número de parceiros e ter uma boa higiene íntima ajuda a prevenir a doença.

A tricomoníase não costuma apresentar sintomas em homens.

Antibióticos e Antiparasitários

Tinidazol é utilizado para tratar a tricomoníase, vaginites inespecíficas e vermes intestinais. Para tricomoníase, o ideal é usar uma dose única de 2 g.

O preço de Tinidazol varia de R$ 4 a R$ 7.

Metronidazol trata a tricomoníase e também é utilizado no combate a vermes intestinais. A dose indicada é 2 g tomadas em dose única, ou 250 mg 2 vezes ao dia por 10 dias, ou 400 mg 2 vezes ao dia, por 7 dias.

Há também pomadas à base metronidazol, vendidas com aplicadores descartáveis para aplicação diária de um aplicador cheio com o creme por via vaginal. A duração do tratamento deve ser recomendada pelo médico, mas dura, geralmente, até 7 ou 10 dias.

Um dos nomes comerciais de Metronidazol é Flagyl, cujo preço varia de R$ 12 a R$ 37.

Além de agir contra vermes e bactérias, a pomada de Metronidazol+Nistatina também é eficaz contra fungos e por isso serve para tratar tricomoníase e candidíase.

A dose recomendada é de 5 g (um aplicador cheio por via vaginal) aplicado uma vez por dia, à noite, antes de dormir, durante 10 dias.

O preço de Metronidazol+Nistatina varia de R$ 12 a R$ 16.

A posologia recomendada de Secnidazol é de 2 comprimidos de 1 ou 2 g, em dose única. O medicamento custa a partir de R$ 10.

Secnimax é um medicamento similar ao Secnidazol. Seu preço varia de R$ 4 a R$ 7.


Mais Sobre esse Assunto: