Home » Analgésicos » Bula de Anador

Bula de Anador

Anador é um remédio analgésico que serve para diminuir dor e febre em casos gerais, como dor de dente e dor de cabeça. A composição de Anador tem como princípio ativo a dipirona. O remédio em vendido em forma de comprimido ou solução oral em gotas, com preço que varia de R$ 2 a R$ 8.

Como tomar

Você deve engolir os comprimidos de Anador inteiros, sem mastigá-los ou parti-los, com um copo ou meio de água. Não repita uma dose em menos de, no mínimo, 6 horas.

  • Adultos e adolescentes acima de 15 anos: dose geral de 1 a 2 comprimidos, até 4 vezes ao dia (de 6 em 6 horas). Só tome doses mais altas se o médico indicar.

Doses da solução oral em gotas:

  • Adultos e adolescentes acima de 15 anos: de 30 a 60 gotas.

Em crianças (doses para serem tomadas até 4 vezes ao dia – de 6 em 6 horas):

  • De 13 a 14 anos: 30 a 37 gotas;
  • De 10 a 12 anos: 22 a 30 gotas;
  • De 7 a 9 anos: 18 a 21 gotas;
  • De 4 a 6 anos: 13 a 16 gotas;
  • De 1 a 3 anos: 7 a 12 gotas;
  • De 3 a 11 meses: 3 a 6 gotas;

Caso haja necessidade de tratar crianças menores de três meses de idade ou pesando menos de 5 kg com dipirona (o que não é recomendado), a dose máxima não deve ultrapassar 1 gota, apenas 3 vezes ao dia.

Não tome Anador por muito tempo sem acompanhamento médico.

Contraindicações

O uso de Anador é contraindicado nos seguintes casos:

  • Pessoas que já apresentaram alergia a qualquer componente da fórmula do remédio ou a outras pirazolonas (ex. fenazona, propifenazona) ou a pirazolidinas (ex. fenilbutazona, oxifembutazona);
  • Pacientes com função da medula óssea prejudicada ou doenças do sistema hematopoiético (que produz as células sanguíneas);
  • Pessoas que tenham doenças metabólicas, como o diabetes;
  • Pessoas que já apresentaram broncoespasmo ou outras reações alérgicas quanto utilizaram outros remédios para tratar a dor (analgésicos e anti-inflamatórios);
  • Pacientes com porfiria hepática aguda intermitente e com deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PD);
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando;
  • Pacientes com intolerância à frutose;
  • Crianças menores de 3 meses de idade ou com menos de 5 kg.

Os comprimidos de Anador não são indicados para crianças e adolescentes abaixo de 15 anos.

Efeitos colaterais

  • Reações alérgicas na pele e outras que podem ser graves e fatais, como choque anafilático (que pode ser fatal) e agranulocitose (diminuição drástica das células de defesa do sangue, que pode causar lesões nos intestinos, na pele e na garganta);
  • Ataques de asma em pacientes que já possuem tendência para tê-los;
  • Síndrome de Kounis (afeta o coração).

Anador dá sono?

Grávida pode tomar Anador?

Anador deve ser evitado durante os três primeiros meses da gravidez e não deve ser utilizado nos três últimos meses da gestação. No segundo trimestre o uso do remédio só deve ser feito sob orientação médica.

A dipirona passa para o leite materno. A amamentação deve ser evitada até 48 horas após a ingestão de Anador.

Composição do Anador

Cada comprimido de Anador contém:

  • 500 mg de dipirona sódica e excipientes – metilcelulose, polivinilpirrolidona, dióxido de silício coloidal 200, açúcar granulado, corante amarelo- quinolina, amido de milho, talco, estearato de magnésio, álcool etílico.

Cada ml da Solução oral (gotas) de Anador contém:

  • 500 mg de dipirona sódica e excipientes – metilparabeno, sacarina4 sódica, metabissulfito de sódio, sorbitol 5 a 70%, glicerina, EDTA dissódico, água desionizada.

Laboratório: Boehringer Ingelheim.

Atualizado em: 27/08/2018 na categoria: Analgésicos