Home » Analgésicos » Aspirina Bula – Para que Serve?

Aspirina Bula – Para que Serve?

Aspirina serve para combater dor, febre e inflamações. A aspirina evita também o infarto, o AVC e a doença vascular periférica e seu preço varia de R$ 3 a R$ 20. Muitas pessoas a utilizam, inclusive, para alisar os cabelos e na pele para tirar as espinhas. Na bula, suas indicações incluem o alívio de:

  • Dor de cabeça, dor de dente e dor de garganta;
  • Dor muscular, nas costas, nas articulações e dor de artrite;
  • Cólicas menstruais;
  • Febre;
  • Sintomas de gripes e resfriados.

O que é a Aspirina?

A Aspirina é um remédio anti-inflamatório não esteroide e também funciona como anticoagulante. Sua substância ativa é o ácido acetilsalicílico, que também é analgésico e antitérmico. Seu uso pode facilitar sangramentos.

Há diversos tipos de Aspirina no mercado, como:

  • Aspirina C, que também contém vitamina C (ácido ascórbico);
  • Aspirina Microativa, que é duas vezes mais rápida contra a dor;
  • Aspirina Prevent e Aspirina Protect, utilizadas principalmente para a prevenção de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC;
  • CafiAspirina, que contém cafeína em sua fórmula;
  • AAS infantil (aspirina infantil) e AAS adulto.

Aspirina no cabelo

A aspirina traz benefícios ao cabelo porque combate fungos que causam caspa, limpa de maneira profunda o couro cabeludo e ativa a circulação e oxigenação local, acabando com o ressecamento e fazendo o cabelo crescer mais saudável, além de aumentar a absorção de nutrientes.

Como fazer alisamento e progressiva com aspirina?

Você vai precisar de:

  • Aspirina (4 comprimidos);
  • Leite integral líquido (100 ml);
  • Creme de leite de caixinha – sem soro! (2 colheres de sopa);
  • Creme para hidratação de sua preferência (2 colheres de sopa)
  • Bepantol líquido (1 tampinha);
  • Leite em pó (1 colher de sopa);
  • 1 selador de cutícula (pode ser encontrado em lojas de cosméticos);
  • 1 defrizante térmico (produto utilizado no cabelo antes de escovar)
  • Secador e prancha.

Como fazer e aplicar no cabelo:

  1. Triture as aspirinas e misture o pó formado com o leite integral líquido;
  2. Acrescente o creme de leite, a hidratação, o bepantol e o leite em pó e misture tudo até formar um creme homogêneo;
  3. Lave o cabelo aplicando shampoo duas vezes e retire o excesso de umidade com uma toalha;
  4. Divida o cabelo em mechas, aplicando o creme formado em cada uma delas massageando bem;
  5. Envolva todas mechas com touca plástica ou laminada e deixe o produto agir por 30 minutos;
  6. Enxágue bem, retirando todo o creme do cabelo e retire o excesso de umidade com uma toalha;
  7. Agora aplique o selador de cutículas (não economize!) e deixe agir por 15 minutos;
  8. Depois lave novamente o cabelo até retirar completamente o selador;
  9. Agora aplique um pouco de defrizante térmico e escove o cabelo (se preferir, peça a ajuda de uma amiga ou vá em um salão, pois a escova deve ser bem feita);
  10. Depois disso dê a prancha nos cabelos utilizando mechas bem finas, passando a chapinha três vezes em cada mecha;
  11. Depois desse processo, não lave o cabelo por três dias.

Grávidas, mulheres que estão amamentando e crianças com menos de 10 anos não devem fazer o alisamento com aspirina!

Outras maneiras de utilizar a aspirina no cabelo:

Triture 3 comprimidos do remédio até que se transformem em pó e misturar com 30 gramas de shampoo, o equivalente a 3 colheres de sopa. Aplique no cabelo úmido, deixe agir por 5 minutos, enxágue e continue lavando como de costume.

Aspirina aborta?

Sim, a aspirina pode causar aborto e quando tomada no terceiro trimestre da gestação pode causar complicações no parto, por isso é totalmente contraindicada nesse período. A aspirina é um anti-inflamatório não esteroide, classe de remédio que pode aumentar em até 80% o risco de aborto espontâneo.

Doses acima de 100 mg de ácido ascórbico (vitamina C presente na Aspirina C) podem ser prejudiciais à gravidez e ao bebê. Doses acima de 150 mg de ácido acetilsalicílico passam para o leite materno e por isso o remédio também não é aconselhado nesse período.

Não é possível definir quantos comprimidos de aspirina aborta, pois apesar do risco ser aumentado, o aborto pode não ocorrer. A famosa receita de coca cola com aspirina também não é garantida.

Aspirina para espinha

Dentre as utilidades da aspirina, uma delas é o combate às espinhas. O ácido acetilsalicílico esfolia e limpa profundamente a pele, combate a inflamação, vermelhidão e manchas causadas pela acne, além de também provocar um efeito cicatrizante.

Fazer uma máscara de esfoliação com aspirina é fácil: dissolva 3 comprimidos de aspirina em 3 colheres de água morna e esfolie o rosto com movimentos circulares suaves, deixando agir por 15 minutos. Repita o procedimento 2 vezes por semana, hidratando a pele depois.

Você também pode utilizar vinagre de cidra de maçã no lugar da água e adicionar um pouco de mel natural à receita.

Leite de rosas e leite de colônia com aspirina

Misturar aspirina com leite rosas ou leite de colônia é uma tática infalível contra as espinhas e também ajudar a tirar olho de peixe.

  1. Coloque de 5 a 10 comprimidos de 500 mg de aspirina em um frasco de 100 ml de leite de rosas ou leite de colônia;
  2. Deixe descansar por uma noite para dissolver;
  3. Utilize 2 ou 3 vezes na semana, antes de dormir. Passe a loção com a ajuda de um algodão, agitando bem antes de usar e deixe agir por 15 minutos;
  4. Depois lave o rosto e hidrate (pomadas à base de dexpantenol são ótimas para isso).

Não se esqueça de utilizar protetor solar antes de se expor ao sol.

O que é a Aspirina C?

A Aspirina C é o ácido acetilsalicílico com o ácido ascórbico em sua composição, que é a vitamina C. Pode ser encontrada no formato efervescente sabor limão ou morango e é especialmente indicada para tratar sintomas de gripes e resfriados, incluindo febre.

Como Tomar Aspirina

  • Adultos1 a 2 comprimidos (500 mg) a cada 4 ou 8 horas, não excedendo 8 comprimidos por dia;
  • Crianças com mais de 12 anos: 1 comprimido (500 mg) a cada 4 ou 8 horas, não excedendo 3 comprimidos por dia;
  • Tomar os comprimidos de aspirina depois das refeições.

Contraindicações

O uso de Aspirina é contraindicado nos seguintes casos:

  • Alergia ao ácido acetilsalicílico ou aos demais componentes da fórmula;
  • Pessoas com tendência a sangramentos;
  • Úlceras (feridas) no estômago ou no intestino;
  • Histórico de crises de asma causadas pelo uso de substâncias semelhantes;
  • Pessoas em tratamento com 15 mg ou mais de metotrexato.

Efeitos Colaterais

O uso de Aspirina pode provocar:

  • Dor de estômago e sangramento gastrintestinal leve;
  • Enjoos, vômitos e diarreia;
  • Sangramentos e úlceras no estômago;
  • Manchas na pele;
  • Ataques de gota;
  • Em caso de tratamento prolongado, pode causar dores de cabeça, tonturas, zumbidos, alterações da visão, sonolência ou anemia.

Gravidez e Lactação

A aspirina só pode ser utilizada durante os 6 primeiros meses da gravidez sob orientação médica. No último trimestre é totalmente contraindicada, pois pode causar complicações para a mãe e o bebê no parto.

A substância ativa da Aspirina passa para o leite materno. A ingestão do remédio durante a amamentação é contraindicada.

Composição da Aspirina

Cada comprimido de Aspirina contém 500 mg de ácido acetilsalicílico (princípio ativo) e excipientes: amido e celulose.

Laboratório: Bayer.

Atualizado em: 09/02/2018 na categoria: Analgésicos, Anti-inflamatórios, Antitérmicos