Home » Antidepressivos » Bula de Nortriptilina

Bula de Nortriptilina

Nortriptilina é um remédio antidepressivo tricíclico que pode ser encontrado nas versões com 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg. Além da depressão, o cloridrato de nortriptilina também serve para tratar a enxaqueca. Seu preço varia de R$ 17 a R$ 23.

Como tomar

O tratamento com Nortriptilina deve começar com doses mais baixas e ir aumentando gradativamente. As doses para idosos e adolescentes devem ser mais baixas que o usual.

  • Dose inicial para adultos: 25 mg, 3 ou 4 vezes ao dia, ou a dose total diária tomada em dose única;
  • Dose inicial para pacientes idosos e adolescentes: 30 mg a 50 mg por dia, divididos em 2 ou 3 administrações, ou a dose total diária tomada em dose única.

O tratamento com Nortriptilina começa a fazer efeito em 2 semanas, com uma melhora inicial podendo ser observada em 2 a 7 dias de uso. O tratamento da depressão em idosos pode levar até 6 semanas para responder.

Nortriptilina também é utilizado para o tratamento da enxaqueca, com doses e duração determinadas pelo médico.

O tratamento deve ser interrompido imediatamente em caso de reações alérgicas ou efeitos colaterais graves. A superdosagem com Nortriptilina pode ocasionar em morte.

Contraindicações

O uso da Nortriptilina ou de outros antidepressivos tricíclicos não deve ser feito em conjunto com remédios inibidores da monoaminoxidase (IMAO). Ele também é contraindicado para crianças. Recomenda-se não ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento.

Efeitos colaterais

Nem todos os efeitos colaterais listados são causados pela Nortriptilina, mas também pelos remédios da mesma classe à qual ele pertence:

  • Pressão arterial alta ou baixa, taquicardia, palpitação, infarto, batimentos cardíacos irregulares, parada cardíaca e AVC;
  • Confusão mental, alucinações, ansiedade, agitação, insônia, pânico e pesadelos;
  • Torpor, formigamento na pele, coordenação e equilíbrio prejudicados, tremores, convulsões, zumbido e outros;
  • Boca seca, visão turva, visão prejudicada, prisão de ventre, retenção e diminuição da urina, dilatação do trato urinário;
  • Reações alérgicas na pele, na face e na língua;
  • Alterações e doenças do sangue;
  • Enjoo, vômito, anorexia, dor no estômago, diarreia, paladar alterado, estomatite, cólicas no abdômen e inflamação de língua;
  • Problemas hormonais e sexuais;
  • Icterícia e problemas no funcionamento do fígado;
  • Ganho ou perda de peso, sudorese, face avermelhadas, mais vontade de urinar, sono, tontura, fraqueza e cansaço, dor de cabeça, inflamação das parótidas e queda de cabelo;
  • Aumento do risco de fraturas ósseas em pacientes acima dos 50 anos de idade.

É preciso ficar atento aos pacientes que estão nos meses iniciais do tratamento com Nortriptilina, pois pode haver piora do quadro e até comportamentos suicidas. A suspensão repentina do tratamento pode causar enjoo, dor de cabeça e indisposição.

Gravidez e lactação

Nortriptilina não deve ser utilizado durante a gravidez e no período de amamentação sem orientação médica.

Composição

Cada cápsula de Nortriptilina contém: cloridrato de nortriptilina equivalente a nortriptilina base (10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg).

  • Excipientes (cápsulas de 50 mg e 75 mg): amido, copovidona, estearato de magnésio, silicona.

Laboratório: Medley.

Atualizado em: 22/10/2018 na categoria: Antidepressivos