Home » Remédios mais Usados » 12 Remédios para Corrimento: Dose Única e Pomada Ginecológica

12 Remédios para Corrimento: Dose Única e Pomada Ginecológica

Os remédios para corrimento vaginal e as pomadas ginecológicas para corrimento com mau cheiro e coceira mais eficazes são:

  • Metronidazol (Flagyl Ginecológico): remédio em dose única ou prolongada para corrimento amarelo, amarelo esverdeado, cinza ou branco acinzentado com mau cheiro;
  • Secnidazol em dose única para tricomoníase, que causa corrimento amarelo, verde ou amarelo esverdeado;
  • Fluconazol (Zoltec) em dose única para candidíase, que causa corrimento branco com coceira, semelhante a leite coalhado;
  • Tinidazol em dose única para corrimento amarelado ou esverdeado e infecções inespecíficas;
  • Colpistatin, Colpatrin (Metronidazol + Nistatina), Amplium-G, Tinidazol + Nitrato de Miconazol, Tioconazol + Tinidazol: pomadas ginecológicas que combatem de uma só vez fungos, bactérias e parasitas que causam infecção vaginal;
  • Nistatina creme vaginal – pomada ginecológica para candidíase;
  • Albocresil em gel, solução ou óvulos vaginais: indicado para todos os tipos de corrimentos.

Remédio para corrimento em dose única

Metronidazol, Secnidazol e Fluconazol são os remédios para corrimento em dose única mais utilizados.

Metronidazol

Metronidazol é antibiótico e antiparasitário e pode ser tomado em dose única ou prolongada. É indicado para tratar:

  • Vaginose bacteriana: causada geralmente pela multiplicação exagerada da bactéria Gardnerella presente naturalmente na flora vaginal que causa corrimento cinza ou branco acinzentado com mau cheiro de peixe – 2 g (5 comprimidos de 400 mg) no primeiro e terceiro dia de tratamento ou 400 a 500 mg 2 vezes ao dia, por 07 dias;
  • Tricomoníase: doença sexualmente transmissível causada por parasita e que causa corrimento amarelo, verde ou amarelo esverdeado com irritação – dose única de 2 g ou 250 mg, 2 vezes ao dia, por 10 dias ou 400 mg, 2 vezes ao dia, por 7 dias.

O preço de Metronidazol varia de R$ 7 a R$ 28.

Secnidazol

É antiparasitário. Para tratar o corrimento amarelo, verde ou amarelo esverdeado causado pela tricomoníase, a dose de Secnidazol indicada é de 2 g em dose única.

Seu preço varia de R$ 6 a R$ 18.

Fluconazol

Fluconazol é antifúngico e trata o corrimento branco pastoso, semelhante a leite coalhado e com coceira provocado pela candidíase.

  • Deve-se tomar a dose única oral de 150 mg (1 comprimido). Se o corrimento não for curado a dose deverá ser repetida em 3 dias;
  • Para tratar e prevenir a candidíase vaginal recorrente deve-se tomar uma dose única por mês de 150 mg por 4 a 12 meses.

Seu preço gira em torno de R$ 6. Um de seus nomes comerciais é Zoltec.

Tinidazol

Tinidazol é indicado para tratar a tricomoníase (feminina e masculina) e vulvovaginite inespecífica (infecção vaginal). A dose indicada é de:

  • 4 comprimidos (2 g ao total) em dose única, por via oral. O parceiro sexual deverá fazer o mesmo tratamento.

Seu preço em comprimidos varia de R$ 5 a R$ 10.

Remédio para corrimento amarelo

Os remédios utilizados para tratar o corrimento amarelo ou mesmo amarelo esverdeado que geralmente é causado por tricomoníase são:

  • Secnidazol em dose única de 2 g;
  • Metronidazol, também em dose única de 2 g, ou 250 mg, 2 vezes ao dia, por 10 dias, ou 400 mg, 2 vezes ao dia, por 7 dias;
  • Tinidazol: dose única de 2 g.

Pomadas ginecológicas podem ser utilizadas no tratamento, como Flagyl Ginecológico, Tinidazol + Nitrato de Miconazol e todas as outras: Colpistatin, Colpatrin e Amplium G.

Remédio para corrimento branco leitoso

Se o corrimento branco leitoso apresentar mau cheiro ou outros sintomas em conjunto, como ardência e coceira, deve-se investigar a causa da provável infecção através do exame Papanicolau.

As pomadas ginecológicas Colpistatin, Colpatrin, Amplium-G, Metronidazol + Nistatina e Tinidazol + Nitrato de Miconazol poderão ser utilizadas, pois combatem todos os micro-organismos que costumam causar esses tipos de infecções e sintomas de uma só vez.

O corrimento branco leitoso sem mau cheiro e em quantidade normal é comum em todas as mulheres e sua produção é estimulada pelos hormônios femininos.

Remédio para corrimento com mau cheiro

Todos os remédios utilizados para combater a causa da infecção eliminam o mau cheiro e o restante de seus sintomas, como Metronidazol, Fluconazol e Secnidazol em dose única, além das pomadas que podem fazer parte do tratamento, como:

  • Colpistatin;
  • Tinidazol + Nitrato de Miconazol;
  • Metronidazol + Nistatina.

Leia também:

Pomada para corrimento

As seguintes pomadas podem ser utilizadas para tratar todo tipo de corrimento com mau cheiro ou sem, exceto Nistatina: amarelado, verde ou amarelo esverdeado, cinza ou branco acinzentado, branco e pastoso semelhante a leite coalhado, com mau cheiro e coceira:

Colpistatin

A pomada ginecológica Colpistatin para corrimento deve ser aplicada por via vaginal todas as noites por 10 dias seguidos.

Seus princípios ativos são o benzoilmetronidazol + nistatina + cloreto de benzalcônio. Seu preço varia de R$ 27 a R$ 32.

Colpatrin (metronidazol + nistatina)

Colpatrin tem como substâncias ativas o metronidazol + nistatina. Também deve ser utilizada por 10 dias seguidos.

O preço de sua forma genérica varia de R$ 17 a R$ 55.

Amplium-G (tinidazol + nitrato de miconazol)

Amplium-G é uma ótima pomada ginecológica para corrimento e coceira composta por tinidazol + nitrato de miconazol e deve ser utilizada durante 7 dias com 2 aplicações diárias ou durante 14 dias com uma aplicação diária.

Seu preço varia de R$ 21 a R$ 41. Sua forma genérica custa a partir de R$ 13.

Albocresil em gel, solução e óvulos vaginais

Albocresil tem como princípio ativo o policresuleno, um antisséptico bastante ácido e eficaz no combate aos corrimentos causados por vaginose bacteriana, tricomoníase e infecções fúngicas, como a candidíase.

Além disso, também trata feridas no colo do útero e causadas pelo DIU (dispositivo intrauterino) e controla, ainda, sangramento após biópsia e retirada de pólipos uterinos (tumores benignos no útero).

O gel deve ser aplicado por via vaginal todos os dias ou em dias alternados. A solução deve ser utilizada para fazer uma lavagem vaginal 2 vezes por semana e os óvulos vaginais devem ser introduzidos profundamente no canal vaginal. Converse com o seu médico para saber a duração do tratamento.

Seu preço varia de R$ 12 a R$ 24.

Nistatina creme vaginal

A nistatina é substância antifúngica indicada para tratar a candidíase e seus sintomas. Deve-se utilizar 1 aplicador vaginal cheio diariamente, por 14 dias, mesmo se a menstruação descer.

Seu preço varia de R$ 5 a R$ 14.

Como fazer as aplicações das pomadas ginecológicas:

  1. Primeiro retire a tampa da bisnaga e perfure o lacre com a parte pontiaguda do bico da tampa;
  2. Enrosque o aplicador que vem junto com a pomada ao bico da bisnaga e puxe o êmbolo até o fim, pressionando a bisnaga com a outra mão para completar totalmente o aplicador, mas sem deixar extravasar;
  3. Desencaixe o aplicador e tampe a bisnaga rapidamente para evitar que o creme saia;
  4. Deite-se de costas para baixo, dobre os joelhos e introduza lentamente o aplicador na vagina o mais profundo que conseguir e empurre o êmbolo até o final;
  5. Retire o aplicador da vagina e descarte-o imediatamente após usá-lo.

Outros cremes e géis vaginais que podem ser utilizados para são:

  • Flagyl ginecológico – composto por metronidazol e indicado para tratar a tricomoníase (corrimento amarelo, verde ou amarelo esverdeado). Deve ser utilizado por 10 a 20 dias;
  • Metronidazol gel 0,75% – utilizado geralmente para tratar a vaginose bacteriana (corrimento cinza ou branco acinzentado com cheiro de peixe). Deve ser utilizado durante 5 dias;
  • Clindamicina creme 2% – é um antibacteriano utilizado no tratamento da vaginose. Deve ser usado por 7 dias.

É fundamental realizar o Papanicolau (exame preventivo) para diagnosticar o micro-organismo causador da infecção vaginal. Além de suas causas mais comuns e fáceis de curar com os remédios descritos acima, há também causas mais sérias que podem causar o corrimento, como clamídia e gonorreia.


Confira também:

Atualizado em: 22/08/2018 na categoria: Remédios mais Usados