Diprogenta Creme e Pomada: Para que Serve?

Diprogenta trata inflamações na pele com ou sem infecção bacteriana, incluindo foliculite. O preço de Diprogenta varia de R$ 31 a R$ 33.

Diprogenta pode ser encontrada em forma de creme ou pomada, em bisnagas com 30 g para uso adulto e pediátrico.

Indicações de Diprogenta – Para que Serve?

Diprogenta Creme ou Pomada é um medicamento corticoide e antibacteriano com ações anti-inflamatória, vasoconstritora e antipruriginosa (alivia a coceira), indicada para tratar diversas manifestações inflamatórias com ou sem infecção por bactérias sensíveis à gentamicina:

  • Pano branco;
  • Cicatrização, tratamento de inflamações, infecções e queloides após colocação de piercing;
  • Queimaduras solares;
  • Foliculite;
  • Coceira na região anal e vaginal e coceira na velhice;
  • Psoríase;
  • Disidrose (erupções e/ou dificuldade em suar pelas mãos);
  • Dermatites, incluindo seborreia;
  • Dermatite de contato e dermatite atópica (eczema infantil, dermatite alérgica);
  • Intertrigo;
  • Neurodermatite (líquen simples crônico) e líquen plano;
  • Eczema (inclusive eczema numular, eczema das mãos).

Qual é o medicamento genérico de Diprogenta?

O genérico de Diprogenta é o Dipropionato de Betametasona + Sulfato de Gentamicina que custa em torno de R$ 17.

Precisa de receita para comprar Diprogenta?

Diprogenta só é vendida com receita, já que também é antibiótico – contém substância antibacteriana em sua fórmula.

Como Usar/Dosagem

Você deve aplicar uma fina camada de Diprogenta na área afetada 2 vezes ao dia, pela manhã e à noite.

Antes de usar, bata levemente o fundo da bisnaga em uma superfície para que não haja desperdício do creme ou pomada quando a tampa for aberta.

Caso haja irritação ou reações alérgicas decorrentes do uso de Diprogenta, o tratamento deverá ser descontinuado.

Contraindicações

O uso de Diprogenta é contraindicado para pacientes alérgicos aos componentes da fórmula do medicamento.

Não utilize Diprogenta nos olhos.

Efeitos Colaterais

O uso de Diprogenta poderá causar:

  • Ardência, coceira, irritação e ressecamento na pele;
  • Foliculite;
  • Hipertricose (crescimento excessivo de pelos no local);
  • Surgimento de acne;
  • Descoloração da pele;
  • Dermatite perioral (inflamação da pele ao redor da boca e nariz) e dermatite de contato.

Se o creme ou pomada for utilizado com curativos, podem ocorrer:

  • Maceração cutânea (quando substâncias importantes são retiradas da pele);
  • Infecção secundária;
  • Atrofia cutânea;
  • Estrias;
  • Brotoejas.

Coceira e vermelhidão na pele podem surgir de forma transitória devido à ação da gentamicina, a substância antibacteriana presente no medicamento. Nesse caso, não é preciso interromper o tratamento.

Gravidez e Lactação

O uso de Diprogenta só deve ser feito durante a gestação se os benefícios para a mãe forem superiores aos potenciais riscos ao bebê.

Diprogenta não é indicado para uso durante a amamentação.

Composição

  • Cada grama de Diprogenta Creme contém: 0,64 mg de dipropionato de betametasona (equivalente a 0,5 mg de betametasona), 1 mg de sulfato de gentamicina e excipientes – clorocresol, fosfato de sódio monobásico, ácido fosfórico, petrolato branco, petrolato líquido, éter cetílico polioxietileno, álcool cetoestearílico e água;
  • Cada grama de Diprogenta Pomada contém: 0,64 mg de dipropionato de betametasona (equivalente a 0,5 mg de betametasona), 1 mg de sulfato de gentamicina e excipientes – petrolato líquido e petrolato branco.

Laboratório: Mantecorp.

 

Atualizado em: 27/05/2019 na categoria: Antibacterianos, Corticosteroides/Corticoides