Home » Anticoncepcionais » Evra – Anticoncepcional Adesivo de Liberação Contínua

Evra – Anticoncepcional Adesivo de Liberação Contínua

Evra é um anticoncepcional adesivo que é utilizado na pele para prevenir a gravidez. Seu preço varia de R$ 73 a R$ 95. Os hormônios do adesivo de Evra são absorvidos pela pele e chegam até a corrente sanguínea durante 7 dias de uso. Cada caixa contém 3 adesivos.

Seus princípios ativos são os hormônios sintéticos norelgestromina e etinilestradiol.

Como usar

Se é a primeira vez que você vai utilizar o anticoncepcional Evra, aplique o primeiro adesivo dentro das primeiras 24 horas após o início da menstruação.

Você deve utilizar um adesivo de cada vez, cada um por 7 dias seguidos, utilizando-os por 3 semanas seguidas, trocando sempre no mesmo dia da semana em que colocou o primeiro adesivo do ciclo, estabelecendo esse dia como o dia de troca.

  • Rasgue a parte superior e a lateral do envelope com cuidado para retirar o adesivo que será utilizado;
  • Levante uma ponta do adesivo e retire o adesivo e o plástico juntos da embalagem, com cuidado para não retirar a sua camada clara;
  • Coloque o adesivo com a parte que contém o plástico voltada para você e dobre a face protetora para que o plástico comece a se desgrudar na linha cortada em formato de ‘S’;
  • Depois retire apenas metade do plástico claro com cuidado para não tocar na parte colante do adesivo;
  • Cole o adesivo assim que o retirar do envelope, aplicando a parte colante na pele limpa, seca e íntegra em um local onde não haja pelos no abdômen, nádegas, no lado externo do braço superior ou na parte superior do dorso e depois remova a outra metade do plástico, apertando o adesivo contra a pele com a palma da mão por dez segundos.

O intervalo entre o término do uso dos 3 adesivos e do início de um novo ciclo de três semanas é de 7 dias, período em que a menstruação deve ocorrer. Inicie o novo ciclo mesmo que não tenha sangrado ou que ainda esteja sangrando.

Aplique cada adesivo, de preferência, em um local diferente ao trocá-los para evitar possíveis irritações. Não corte ou faça qualquer alteração nos adesivos de Evra para que a sua ação não seja reduzida no organismo.

Todos os dias você deve verificar se o adesivo de Evra está aplicado corretamente, sem qualquer borda levantada, pois isso pode diminuir o seu efeito. Você também não deve aplicar qualquer produto na área em que o adesivo estiver colado. Roupas justas não devem ser utilizadas na área.

O que fazer se o adesivo soltar?

Em caso de descolamento total ou parcial:

  • Por menos de um dia: tente recolocá-lo ou aplique outro novo imediatamente. Mantenha o mesmo dia de troca e não é preciso utilizar qualquer outro método de proteção contra gravidez;
  • Por mais de um dia ou tempo indefinido: você pode correr o risco de engravidar. Inicie um novo ciclo de 4 semanas (aplicando os adesivos por 3 semanas, dando a pausa na quarta semana) imediatamente e utilize outro método para se proteger contra a gravidez, como a camisinha, durante a primeira semana desse novo ciclo.
  • Não tente recolocar o adesivo ou mantê-lo com fitas adesivas na pele se ele já perdeu a aderência.

O que fazer se eu me esquecer de usar Evra?

  • No primeiro dia após a pausa de 7 dias: utilize outro método anticoncepcional, como camisinha, por uma semana, iniciando um novo ciclo assim que lembrar;
  • Por um ou dois dias na segunda ou terceira semana: aplique o novo adesivo assim que se lembrar, mantendo o dia de troca normal. Não é preciso utilizar outro método de proteção contra a gravidez;
  • Por mais de dois dias na segunda ou terceira semana: inicie um novo ciclo de 4 semanas assim que lembrar, utilizando outro método anticoncepcional, como a camisinha, durante a primeira semana do novo ciclo.
  • Se você esquecer de retirar o adesivo no final da terceira semana para dar a pausa, retire-o assim que se lembrar, iniciando o novo ciclo no dia de troca normal. Não há maiores riscos de engravidar.

Nunca fique sem um adesivo por mais de 7 dias.

Leia também:

Contraindicações

O uso do anticoncepcional adesivo Evra não deve ser feito por mulheres com as seguintes condições:

  • Histórico de ataque cardíaco ou derrame cerebral;
  • Coágulos nas pernas (trombose venosa), nos pulmões (embolia pulmonar) ou nos olhos e com histórico de coágulos em veias profundas;
  • Câncer sujeito a se desenvolver sob a influência de estrogênios, como câncer de mama ou do útero, cérvice ou vagina;
  • Sangramento vaginal sem causa definida;
  • Hepatite ou icterícia durante a gestação ou uso anterior de outros anticoncepcionais hormonais;
  • Doenças do fígado: insuficiência hepática e doença hepatocelular aguda ou crônica com função hepática anormal;
  • Tumor no fígado (benigno ou maligno);
  • Ocorrência ou suspeita de gravidez;
  • Hipertensão arterial (pressão alta) com níveis altos persistentes (maior do que 16×10);
  • Diabetes que compromete os rins, olhos, nervos ou vasos sanguíneos;
  • Enxaqueca com aura – acompanhada por sintomas neurológicos, como manchas brancas na visão ou pontos de luz;
  • Uso de qualquer outro anticoncepcional oral;
  • Doença das válvulas do coração com complicações;
  • Necessidade de repouso por tempo prolongado após realizar cirurgia de grande porte;
  • Menopausa;
  • Alergia aos componentes da fórmula do anticoncepcional.

Evra também não deve ser utilizado se você fuma e tem mais de 35 anos.

O mecanismo de ação de Evra em mulheres com mais de 90 kg de peso pode ser reduzido e por esse motivo não é recomendado.

Efeitos colaterais mais comuns

Os efeitos colaterais mais comuns do uso de Evra incluem:

  • Ganho de peso;
  • Dor de cabeça, tontura e enxaqueca;
  • Enjoos, vômito, diarreia, dor e inchaço abdominal;
  • Espinhas, coceira e irritação da pele;
  • Espasmos musculares;
  • Infecção por fungos e distúrbios no local da aplicação;
  • Fadiga e mal-estar;
  • Desconforto nas mamas;
  • Cólicas e outros distúrbios da menstruação;
  • Sangramento vaginal, corrimento e contrações do útero;
  • Depressão e ansiedade.

Gravidez e lactação

Assim como na gravidez, Evra também não deve ser utilizado durante a amamentação.

Composição

Cada adesivo de Evra contém 6,00 mg de norelgestromina e 0,60 mg de etinilestradiol.

  • Camada posterior: formada por polietileno de baixa densidade e poliéster;
  • Camada matriz: feita com por poliisobutileno, polibuteno adesivo, crospovidona, tecido de poliéster não trançado e lactato de laurila;
  • Terceira camada: composta de polietileno teriftalato com revestimento de silicone.

Laboratório: Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda.

Atualizado em: 11/05/2018 na categoria: Anticoncepcionais