Home » Naturais » Bula de Picolinato de Cromo

Bula de Picolinato de Cromo

O picolinato de cromo é um mineral essencial ao organismo em forma de suplemento que diminui a glicose no sangue, diminui o colesterol e emagrece. O preço do picolinato de cromo varia de R$ 16 a R$ 51.

Para que serve?

O picolinato de cromo serve para tratar:

  • Deficiência de cromo;
  • Obesidade;
  • Diabetes tipo 2 (não insulino-dependente);
  • Alterações no colesterol.

Ele também promove a diminuição da gordura corporal, ajuda a emagrecer e a ganhar massa magra, já que atua na síntese de proteínas.

O cromo ativa várias enzimas que fazem parte do metabolismo da glicose (açúcar) no organismo. Ele aumenta a ação da insulina, diminui o LDL (colesterol ruim) e aumenta o HDL (colesterol bom).

Dosagem de picolinato de cromo – Como tomar

A dosagem de cromo elementar necessária ao organismo é de 50 a 290 mcg por dia (microgramas por dia).

  • Para deficiência de cromo no organismo, praticantes de atividade física e alterações dos níveis de colesterol: 200 a 600 mcg de cromo por dia;
  • Para distúrbios do colesterol e triglicérides: 100 mcg de cromo, 2 vezes ao dia durante 6 semanas.

Deve-se tomar o picolinato de cromo antes das refeições ou durante as mesmas. O uso desse suplemento sem a recomendação médica e do nutricionista não é recomendado.

Quais são os benefícios do picolinato de cromo?

Os benefícios do picolinato de cromo incluem:

  • O equilíbrio do colesterol no organismo, pois diminui o LDL e aumenta o HDL;
  • A diminuição da glicose (açúcar) no sangue;
  • A prevenção do acúmulo de gordura;
  • A prevenção de desequilíbrios no pâncreas, o que diminui o risco do desenvolvimento de diabetes.

Picolinato de cromo emagrece mesmo?

O picolinato de cromo ajuda a emagrecer, pois atua aumentando a ação da insulina no organismo, o hormônio responsável por metabolizar a glicose e que também aumenta a sensação de saciedade, diminuindo o apetite. O cromo também age combatendo o acúmulo de gordura corporal e a reduzindo de maneira geral.

Leia também:

Quando uma pessoa consome muitos carboidratos, fornece ao corpo uma quantidade excessiva de glicose, fazendo com que o pâncreas produza mais insulina para enviá-la para dentro das células, provocando, consequentemente, a liberação do cromo no organismo.

Pode haver desperdício ou mesmo deficiência do cromo quando ele é liberado em excesso em virtude do grande consumo de carboidratos, pois quando alcança a corrente sanguínea o mineral não volta mais para os órgãos para desempenhas suas funções, sendo excretado através da urina.

É por isso que, para prevenir o depósito de gordura no organismo, apenas a ingestão do picolinato de cromo não é suficiente, mas também seguir uma dieta alimentar que se adeque ao objetivo pretendido.

Estudos demonstram, ainda, que a perda de peso causada pelo picolinato de cromo é pequena, ainda mais se for utilizado sem um plano geral de emagrecimento, ficando em torno de 1 quilo.

Quais são os efeitos colaterais do suplemento?

Os efeitos colaterais do picolinato de cromo incluem:

  • Dor de cabeça;
  • Insônia;
  • Enjoos;
  • Surgimento de bolhas na pele;
  • Hematomas repentinos;
  • Falta de apetite e abatimento físico;
  • Funcionamento do fígado e rins prejudicado e anemia profunda em caso de consumo excessivo.

Contraindicações

Diabéticos, gestantes, mulheres amamentando, crianças, idosos e pessoas com alguma doença não devem utilizar o picolinato de cromo sem orientação médica.

Pacientes em tratamento com outros remédios não devem consumir o suplemento, pois não se sabe se é possível haver alguma interação medicamentosa.

Atualizado em: 23/06/2018 na categoria: Naturais