Home » Antibacterianos » Bula de Tioconazol + Tinidazol

Bula de Tioconazol + Tinidazol

Tioconazol + Tinidazol é um creme vaginal que serve para tratar candidíase, vaginose bacteriana e tricomoníase. O preço de tioconazol + tinidazol varia de R$ 17 a R$ 38 e seu uso pode causar ardência no momento da aplicação.

Quando utilizado no tratamento da Tricomoníase, geralmente é prescrito em conjunto com o Secnidazol em dose única. O creme vaginal Tioconazol + Tinidazol é um bom medicamento genérico para tratar infecções vaginais, pois é antifúngico, antibacteriano e antiparasitário.

Suas referências são os remédios Gynben, Cartrax e Gynopac.

Para que serve?

O creme vaginal de tioconazol + tinidazol é indicado no tratamento de inflamações e infecções na vagina e na parte externa da genitália feminina (vulva) causadas por:

  • Candida – fungo causador da candidíase;
  • Trichomonas – protozoário causador da tricomoníase, uma DST (Doença Sexualmente Transmissível);
  • Gardnerella – bactéria causadora da vaginose bacteriana.

Leia também:

Como usar

Lave as mãos antes e depois de aplicar o creme. Retire a tampa da bisnaga e fure o lacre com bico no fundo da tampa, depois enrosque o aplicador no bico da bisnaga e a aperte suavemente até que o êmbolo suba até o topo e então desenrosque o aplicador, tampando rapidamente a bisnaga para não vazar.

  1. Deitada de costas para baixo e com as pernas dobradas, relaxe e introduza o aplicador profundamente na vagina;
  2. Aperte o êmbolo devagar até que todo o creme saia, depois retire o aplicador da vagina e o jogue fora.

A dose geralmente indicada é de 1 aplicação com o aplicador cheio (aproximadamente 5 g de creme), 1 vez à noite ao se deitar, por 7 dias, ou 1 aplicação 2 vezes ao dia, durante 3 dias. O tratamento pode ser mantido se a menstruação chegar.

Contraindicações

O creme vaginal tioconazol + tinidazol é contraindicado na presença das seguintes situações:

  • Alergia aos componentes da fórmula do remédio, a outros imidazóis (uma classe de remédios antifúngicos) ou a qualquer agente antimicrobiano derivado do 5-nitroimidazol.
  • Primeiros 3 meses da gravidez e durante a amamentação;
  • Discrasias sanguíneas (alterações dos componentes do sangue);
  • Doenças do sistema nervoso.

Não utilize o creme se estiver com absorvente interno. Tioconazol + tinidazol também é contraindicado para crianças. Não ingira bebidas alcoólicas durante o tratamento e até 3 dias após o seu término.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais de Tinidazol + Tioconazol incluem:

  • Reações alérgicas no local da aplicação, como inchaço, vermelhidão, coceira, sensação de queimação, irritação e rash eritematoso;
  • Inchaço nas pernas;
  • Sangramento vaginal, distúrbios vaginais, queimação na vulva e vagina, dor na vulva e queimação ao urinar;
  • Distúrbios do estômago e intestino;
  • Distúrbios neurológicos;
  • Leucopenia transitória (diminuição passageira dos glóbulos brancos do sangue);
  • Dor de cabeça, cansaço, língua pilosa (sensação de língua grossa), urina escurecida, alergia na pele e edema angioneurótico.

Se houver ingestão de álcool durante o tratamento com tioconazol + tinidazol pode haver cólicas
abdominais, vermelhidão na pele e vômito.

Gravidez e lactação

Tinidazol + tioconazol não é indicado durante o primeiro trimestre da gestação e só deve ser utilizado no segundo e terceiro semestre sob ordens médicas.

O tinidazol, um dos princípios ativos de tioconazol + tinidazol, é excretado no leite materno por até 3 dias depois de sua ingestão, por isso é indicado não amamentar durante o tratamento e nas 72 horas após o seu término.

Composição

Cada 5 g do creme vaginal contém:

  • 100 mg de tioconazol, 150 mg de tinidazol e excipientes – álcool cetoestearílico, petrolato branco sólido, miristato de isopropila, metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol e água.

Laboratório: Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. 

Atualizado em: 22/08/2018 na categoria: Antibacterianos, Antifúngicos, Antiparasitários