Levofloxacino – É Forte? É Perigoso?

Levofloxacino é utilizado para tratar infecções bacterianas, incluindo infecção urinária e sinusite. O preço de levofloxacino varia de R$ 16 a R$ 59.

Os comprimidos de levofloxacino são indicados para uso oral e adulto.

Indicações – Para que Serve?

O uso de levofloxacino é indicado para o tratamento de infecções por bactérias sensíveis à sua ação, tais como:

  • Sinusite, bronquite aguda, bronquite crônica, pneumonia e outras infecções bacterianas do trato respiratório superior e inferior;
  • Infecções da pele e tecido subcutâneo, como erisipela, abscessos, furunculose, impetigo e celulite, complicadas e não complicadas;
  • Infecções urinárias, inclusive a pielonefrite aguda;
  • Osteomielite;
  • Infecções intra-abdominais.

Como Tomar/Dosagem

Para adultos, a dose geral é de 1 comprimido de 500 mg, uma vez ao dia ou 2 comprimidos de 250 mg, um a cada 12 horas. A dose varia de acordo com a infecção bacteriana em questão e deve ser prescrita pelo médico.

O tratamento com Levofloxacino não deve durar mais que 14 dias.

O paciente deve ingerir os comprimidos com água, ao menos 2 horas antes de tomar qualquer substância antiácida, sais de ferro e sucralfato, para que a absorção do medicamento não seja comprometida.

Contraindicações

O uso de Levofloxacino é contraindicado para pacientes com:

  • Alergia aos componentes da fórmula do medicamento;
  • Epilepsia
  • Problemas no tendão causados pela ingestão de fluoroquinolona;
  • Menos de 18 anos.

Efeitos Colaterais Mais Comuns

Os efeitos colaterais mais comuns de Levofloxacino são:

  • Reações alérgicas com coceira e erupções cutâneas;
  • Enjoos, vômito, dor abdominal, diarreia, desconforto após se alimentar e anorexia;
  • Dor de cabeça, tontura, sonolência ou insônia;
  • Aumento das enzimas hepáticas e aumentos da bilirrubina e creatinina sérica.

Gravidez e Lactação

Levofloxacino não deve ser tomado por mulheres grávidas sem orientação médica. O medicamento é contraindicado durante a amamentação.

Composição

  • Cada comprimido revestido de levofloxacino contém: levofloxacino hemi-hidratado (substância ativa em quantidade descrita na embalagem do medicamento) e excipientes – celulose microcristalina, crospovidona, hi promelose, estearil fumarato de sódio, álcool polivinílico, macrogol, talco, dióxido de titânio, corante óxido de ferro amarelo e corante óxido de ferro vermelho.

Levofloxacino é antibiótico?

Sim, Levofloxacino é um medicamento que faz parte da classe dos antibióticos, indicado para combater infecções por bactérias sensíveis à sua ação.

Levofloxacino é um remédio forte? É perigoso?

Levofloxacino pertence à classe mais perigosa dos antibióticos: as fluoroquinolonas. Elas possuem fluoreto em sua composição, uma substância tóxica que pode atingir o cérebro e causar diversos efeitos colaterais sérios, como descolamento de retina, cegueira, doenças renais, problemas auditivos, alucinações e doenças cerebrais, como AVC e depressão.

Levofloxacino é penicilina?

Não, Levofloxacino pertence à classe das fluoroquinolonas.


Mais Sobre esse Assunto:

Álcool Corta Efeito de Antibiótico?

Atualizado em: 17/05/2018 na categoria: Antibióticos